Xplode-Radio

Seja Bem vindo ao Xplode-Radio !!!

Caro visitante, se ainda não está registado, registe-se para obter o acesso total de todas categorias do nosso forum, o registo é simples e não custa nada.

Xplode-Radio - The Best Way to listen Music !!!/[u]

[u]Obrigado pela sua visita, ficaremos a tua espera.

    Ana Moura sucede a Amália nos EUA

    Compartilhe
    MoX
    MoX
    Administrator
    Administrator

    Ana Moura sucede a Amália nos EUA

    Mensagem por MoX em Ter Mar 29, 2011 11:00 am

    Ana Moura sucede a Amália nos EUA

    Começam por relembrar o nome de Amália Rodrigues, mas rapidamente passam para "a fadista que mais se evidenciou no último ano". Para o jornal norte-americano ‘The New York Times’, que ontem publicou uma grande reportagem sobre o fado, esse lugar pertence a Ana Moura.

    A cantora, de 31 anos, que já actuou ao lado que grandes nomes internacionais como os Rolling Stones e Prince, é tida nos EUA como a mais previsível sucessora de Amália, "a fadista que dominou a história moderna do fado".

    E porque a música "de alma portuguesa" é ouvida em todo o Mundo, o jornal revela aos seus leitores as novas vozes que têm surgido na última década: Mísia, Mariza, Mafalda Arnauth, Dulce Pontes, Cristina Branco, Joana Amendoeira, Raquel Tavares, Yolanda Soares e Kátia Guerreiro. "Todas temos uma coisa em comum, que é o desejo de renovar o fado", declarou Ana Moura ao diário norte-americano.

    Na longa crítica publicada na página sete do jornal e também na edição online, o ‘The New York Times’ centra-se ainda na essência do Fado: a saudade. "Palavra única, sem tradução, que pode ser interpretada como nostalgia ou melancolia", explicam.
    MoX
    MoX
    Administrator
    Administrator

    New York Times destaca novas vozes portuguesas

    Mensagem por MoX em Ter Mar 29, 2011 11:13 am

    New York Times destaca novas vozes portuguesas

    O New York Times publica hoje um artigo sobre fado, destacando a fadista Ana Moura e noticiando que vai realizar, no Verão, uma digressão na América do Norte.

    Sob o título "Gravando um arrojado destino para o Fado", o jornal começa por escrever que no início era Amália Rodrigues, destacando a carreira da antiga diva do fado, para passar à análise da última década e à "explosão de novas vozes", a maioria das quais femininas, na interpretação deste género musical.

    Falando em renovação, num estilo resistente à mudança, o jornal refere o chamado "novo fado", catapultado para os palcos no século XXI e abrindo um espaço para corajosas experiências com o repertório, instrumentação e formas de cantar.

    "Fora de Portugal, a fadista que mais se evidenciou no último ano foi Ana Moura, cujo contralto chamou a atenção dos Rolling Stones e de Prince", lê-se na edição on-line.

    O jornal faz referência ao CD "Coliseu", acrescentando que, em Portugal, Ana Moura é uma das novas vozes que fazem parte de um grupo que inclui Mísia, Mariza, Mafalda Arnauth, Dulce Pontes, Cristina Branco, Joana Amendoeira, Raquel Tavares, Yolanda Soares e Kátia Guerreiro.

      Data/hora atual: Qua Jan 23, 2019 8:24 pm